sábado, 30 de abril de 2022

Não foque em investir


 

Ouvindo o excelente podcast Afford Anything, da Paula Pant, o entrevistado Nick Maggiulli (https://ofdollarsanddata.com/) revelou um insight que resume muito bem uma de minhas conclusões após 17 anos como investidor (resumido em tradução livre):


“Se seus investimentos rendem menos do que sua capacidade de poupança, foque em seu trabalho; se rendem mais, foque em seus investimentos.”


Exemplo1: você ganha 10k/mês e consegue poupar 30% = 36k/ano de poupança. Seus investimentos totalizam 500k e rendem 10% a.a. = 50k/ano. Ótimo, você atingiu o ponto em que sua atenção aos investimentos deve ser maior.


Exemplo2: você ganha 10k/mês e consegue poupar 20% = 24k/ano de poupança. Seus investimentos totalizam 200k e rendem 10% a.a. = 20k/ano. O seu trabalho e esforço de poupança ainda superam o rendimento que seus investimentos conseguem gerar. Foque em produzir mais trabalho e riqueza através de atividades.


Parece uma coisa boba, mas não é. Há um tempo tive uma conversa longa, de alguns dias, com uma colega que estava iniciando nos investimento. Ela fez planilhas e simulações sobre alguns títulos de RF em diferentes instituições, comparando taxas, etc. Trocamos algumas ideias, dei umas breves sugestões para, ao final de tudo, ela dizer que estava investindo… 2 mil reais. Era tudo que ela tinha guardado. Longe de desmerecer o esforço de poupança dela, a energia que ela empregou buscando a melhor rentabilidade para o dinheiro guardado seria facilmente superado se ela tivesse empregado o tempo em renda ativa adicional (ela ganhava 3k/mês), até mesmo da forma mais óbvia possível (fazendo hora extra no trabalho). Se ela tivesse aplicado a 90% do CDI ao invés de 100% do CDI a diferença nominal seria inexpressiva e em meia hora extra de trabalho ela já teria compensado isso.


Eu (e provavelmente você) já “perdi” MUITO tempo buscando rentabilizar ao máximo meus investimentos, lendo livros, blogs, vendo vídeos, fazendo simulações. Operei daytrade, swing, opções, dolfut, short, marcação a mercado, etc, etc. Pensando bem, melhor tirar as aspas de “perdi”. Eu perdi mesmo. Perdi tempo e dinheiro. E não é daqueles casos que a gente “tem de errar pra aprender”. Eu cometi o mesmo erro várias vezes, às vezes só mudava a roupa do erro, só que a base e a lógica eram as mesmas. Tivesse deixado todo o dinheiro na poupança e focado no trabalho, invariavelmente meu patrimônio hoje seria maior.


Conclusão: não estou estimulando que você seja leigo em investimentos. Educação financeira é fundamental. Estou sugerindo que você dê menos atenção aos investimentos enquanto não tiver um patrimônio E uma rentabilidade GARANTIDA maior que seu trabalho e capacidade de poupança. A chance de você fazer cagada tentando “investir melhor” será maior do que a inação.


Abraço

19 comentários:

  1. Eu sempre tive uma vibe mais empreendedora , investir pra mim somente depois que tiver alguns milhões livres pra socar numa ação qualquer .

    Interessante seria também investir num ativo sólido para o dinheiro não ser devorado por inflação e impostos .

    Eu acredito firmemente que se alguém ainda possue pouca grana guardada , melhor seria investir em qualificação profissional para subir na empresa ou quem sabe abrir o própio negócio .

    https://blogderasratel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RR, não precisa ter alguns milhões, mas só focar mesmo na renda ativa. Orgulho da sua vibe empreendedora, apoio muito quem tem! Sucesso!

      Excluir
  2. Boa noite Diego! É engraçado mesmo como a gente investe nosso tempo em aprender a investir de forma diversificada e complexa mas entra mês/sai mês nosso resultado é similar a investir de forma "semi leiga". Já pensei muito isso, mas o problema da renda variável é que precisa mesmo de longo prazo pra dar resultado e por isso só vamos saber se o investimento de tempo valeu a pena após décadas. Já pensei muito em jogar tudo em renda fixa mesmo e deixar o patrimônio invariavelmente subir todo mês, mas ainda acredito na teoria da RV e preciso tentar pelo menos mais uns 5 anos antes de "me dar por vencido" e voltar as minhas origens conservadoras.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que diversificar, Anon, só não vale é investir tempo no assunto enquanto você poderia produzir mais renda ativa, esse é o grande ponto. Abração

      Excluir
  3. ótimo texto
    me lembrou uma fala do gabriel torres de q só valia a pena diversificar depois se tivesse 100k numa classe de ativos

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, Scant, discutir o sexo dos anjos antes da puberdade financeira não serve de nada. Abraço

      Excluir
  4. Aposente Cedo,

    Boa reflexão.

    O segredo em priorizar o trabalho e investir na capacidade de gerar mais renda para no futuro poder aportar melhor, é que da mesma forma que priorizamos a "melhor ação" ou o "melhor CDB", é preciso fazer uma análise fria de quais investimentos em si mesmo e quais escolhas profissionais podem dar o melhor retorno no futuro.

    Abraços,
    Pi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PI, bom te ver por aqui. É isso aí, a diferença é que o resultado de capacitação profissional ou mais tempo de trabalho é muito mais palpável que achar que foi feito um investimento de mais qualidade.
      Abraço

      Excluir
  5. Excelente, o Bastter fala muito isso. Esqueça o "mercado" e foque em investir em si mesmo pois é isso que irá aumentar a capacidade de aporte e o retorno, ao invés de perder tempo tentando acertar a empresa do momento ou procurando o CBD que rende 200% CDI.

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, você se livra de dores de cabeça de perder dinheiro, dor de corno de deixar de ganhar e ainda aumenta sua produtividade ativa, que tem muito mais perenidade e alavancagem do que investimentos de baixo valor nominal.
      Abraço

      Excluir
  6. Ganhar, guardar, investir. Os três funcionam como um tripé, e um tripé só fica de pé com os três pé existindo. A conclusão sobre a atenção aos investimentos é pertinente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, não acho que seja um tripé. Tem gente que ganha bem e não guarda nada, mas vive a vida toda assim; há quem ganhe pouco e guarde muito, sem investir bem, e mesmo assim se vira no fim das contas. Pra mim, ganhar (renda ativa) é pré-requisito para o resto.

      Excluir
  7. Excelente Texto AC, isto abre muito o a situação para as pessoas, em qual devera focar.
    mas enquanto não consegue uma renda passiva, a melhor solução sempre será a renda ativa.
    Todo ano busco aumentar minha Renda ativa para fazer um novo aporte para fazer minha Renda passiva girar e isto e muito gostoso.
    Parabéns pelo Site estou curtindo demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Candido! Ver a evolução patrimonial e saber que foi fruto do seu esforço é algo muito gostoso mesmo. Desejo muito sucesso a você.
      Abraço

      Excluir
  8. esse é o meu problema, tô sentadno num caixa bom e cheguei sem saber nada, sem querer fiz o caminho certo das coisas, antes só focava no trabalho e nem olhava para nada, tempos de seic alta tb ajudavam, mas é chegado o tempo de subir de degrau e te falo que mesmo tendo o danado do capital não é fácil se esquivar de todo o tipo de gente que tem no mercado querendo arrancar a sua lasca do nosso capital, enquanto não aprendo o que fazer vou do mesmo jeito que estava e por incrível que pareça, não é que ele tá lá quieto indo e até rentabilizando bem com essa selic alta de novo..., mas tô no meu processo, já bem mais informado do que 2 anos atrás....e o fluxo de caixa do que eu já fiz me permite focar nessa nova área, não falo de trade nem nada, somente em aprender a lidar com uma carteira gorda. É um puta problema tb chegar pela ponta de cima nesse negócio....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o melhor problema possível, o seu! rs
      Ter um dinheiro e sentar em cima é muito mais inteligente que achar que sabe algo especial e que conseguirá multiplicá-lo acima da média. Fazer o simples, como um mero Tesouro Direto, quase sempre é mais efetivo que fórmulas mágicas e complexidades. Escrevo com a propriedade de quem já buscou muito o caminho complicado e se lascou bastante.
      Abraço

      Excluir
    2. cara, tá cheio de milionário aí que nunca investiu em bolsa, e foi enriquecendo usando poupança e comprando imóveis. foca em investir no que vc conhece, nem que seja um mero tesouro direto.

      Excluir
    3. "foca em investir no que vc conhece, nem que seja um mero tesouro direto." = perfeito

      Excluir
  9. sempre enfatizo esse ponto: quanto vc aporta é mais importante do que o rendimento, até pq na média, os rendimentos serão próximos ao do mercado.

    ResponderExcluir